Imprimir esta página

Recorde de visitantes no SIAR do México 2018

A festa das horas

Entre 16 e 18 de outubro realizou-se na Cidade de México a edição número 12 do Salão Internacional de Alta Relojoaria do México, o mais importante da América Latina. Neste ano o salão reuniu 42 marcas e teve mais de 20 relógios concebidos apenas para o México. Entre as firmas presentes, o SIAR comemorou o retorno de IWC e Jaeger-LeCoultre, duas marcas muito queridas pelo público mexicano e destacou a estreia de Singer Reimagined no Salão.

A edição 2018 também será lembrada por ele contar com uma quantidade recorde de visitantes. Em total visitaram a mostra 4.102 pessoas e houve mais de 500 representantes da mídia registrando o evento. Os 32% dos visitantes foram mulheres, o que demonstra que o público feminino está cada vez mais interessado na relojoaria de alto calibre.

Entre as visitas mais reconhecidas se encontravam celebridades como Cissé, lenda do Clube de Futebol Liverpool e embaixador de Corum; Sebastián Errázuriz, criativo chileno que colabora com Audemars Piguet e o artista Richard Orlinski, convidado por Hublot para apresentar o relógio Classic Fusion Aerofusion Chronograph Orlinski, um modelo exclusivo para o México.

TAG Heuer, Chopard, Ferdinand Berthoud, Franck Muller, Zenith, Porsche Design e Hublot foram algumas das firmas que apresentaram edições especiais dedicadas ao México.

Na inauguração, Carlos Alonso, diretor geral e fundador do SIAR, refletiu sobre a nova etapa que as feiras e salões de relojoaria estão vivendo no mundo: “Completa-se um ciclo, e agora que salões como Baselworld e SIHH repensam seu modelo para continuar sendo úteis como promotores do setor, queremos lembrar que desde sua primeira edição, o SIAR caracterizou-se por reunir ingredientes que finalmente resultaram bem-sucedidos: receber clientes finais, integrar a mídia, atrair os retailers, promover a cultura relojoeira… isto é, criamos uma grande família que permite que a Alta Relojoaria no México caminhe com sucesso”. E acrescentou: "Estamos certos que para continuar reunindo milhares de entusiastas cada outono na festa das horas devemos somar forças por cima de interesses particulares, sobre tudo agora que a relojoaria cresce novamente, também no México”.

Fotos: Prensa SIAR

Compartir en Whatsapp